domingo, 28 de outubro de 2007

Diz que é uma espécie de Evita


Cristina Kirchner parece ser, segundo as sondagens feitas à boca das urnas, a próxima presidente da Argentina.
Nas eleições de hoje e até à hora, a "peronista social democrata" (como se auto-intitula) é apontada como a sucessora do seu próprio marido, Nestor Kirchner.
Cristina Kirchner foi primeira dama da argentina, tal como a carismática Eva Perón.
De Evita, Kirchner parece ter "herdado" o carisma e também a elegância, a coragem e a garra que marcaram o curto percurso político de uma das mais importantes figuras femininas da História Política.
Outra figura com que Cristina é frequentemente comparada é a candidata à Casa Branca em 2008, Hillary Clinton. Com idades semelhantes, partilham da mesma formação (Direito) e têm um percurso político idêntico (ambas foram senadoras e primeiras-damas).
Mas Kirchner está longe de se deixar iludir ou influenciar por esses 'rótulos', prometendo deixar indelevelmente o seu cunho pessoal na Presidência do seu país.
Esperar para ver.
Certo, é que o Mundo está a assistir a uma desejada revolução nos protagonistas políticos. As mulheres teimam (e bem) em comprovar que podem fazer história na política nacional e internacional.
Angela Merkel, Sególene Royale, Michelle Bachelet, Yulia Tymoshenko, Cristina Kirchner e quiçá Hillary Clinton.
Aí estão elas a mudar o Mundo.
Sem medos, nem quotas.

3 comentários:

Gonçalo Capitão disse...

Espero que seja bem melhor do que Eva Peron...

E acresce que compreendo a festa por ainda não ser muito frequente ter mulheres no poder. Porém, o que mais me tranquiliza em relação a mim próprio é a naturalidade com que encaro isto.

Confesso mesmo que, ainda sem que estivesse tão politizado como hoje, adorava Margaret Thatcher.

Gonçalo Capitão disse...

By the way, ganhou mesmo, como se infere do que digo ;)

Dulce Alves disse...

Gonçalo,

Margaret Thatcher é referência para qualquer político, seja homem ou mulher.

Quanto à nova Presidente da Argentina, os inequívocos resultados que obteve são mais que motivo para festança! :)

Cabe ainda referir que no 2o lugar do "pódio" ficou outra mulher..! (Elisa Carrió)