terça-feira, 6 de abril de 2010

Vai e não voltes!


"Alegre valoriza mais cátedra com o seu nome que a possibilidade de ser eleito Presidente"

Título do jornal (pág. 7) "Público", hoje


Confesso que sempre me exasperou a arrogância do poeta de Águeda, mas este desrespeito pela mais alta magistratura da Nação (preferindo a cátedra na Universidade de Pádua) é demasiado para qualquer português que se preze.

3 comentários:

luis cirilo disse...

Vejamos pela positiva.
A catedra ele tem.
A presidencia nunca tera.
Tal como a fabula da raposa e das uvas...

Gonçalo Capitão disse...

Bem visto, Luís! :)

Lara disse...

Facilimo de perceber.
Catedra da honrarias.
Ser presidente da trabalho!
Coisa que Alegre nunca quis por muito perto.