terça-feira, 8 de maio de 2012

A França Mudou de Rumo

“Progressivamente , os dirigentes de países democráticos transformam-se em demagogos vulgares que, sob pretexto  de liberdade, aniquilam toda e qualquer referência a uma norma que não seja a selvageria dos apetites privados .” A Republica de Platon.

 
Enfim ...
Bling Bling faz as malas.

Mesmo, se a única revogação de um indivíduo, com o seu bando, não modifica em nada a dominação duma oligarquia ou duma ideologia ...
Mesmo, se o “sistema” e o seu clã podem eventualmente fazê-lo voltar em 2017 ...

Mesmo, se não se pode pressupor, apesar da antecipação dum certo numero de receios, as qualidades, capacidades, autonomia real, do seu sucessor ...

Não posso deixar de saborear a evicção dum presidente da V° Republica, cujo analfabetismo histórico, económico, geopolitico, para me limitar a estes únicos domínios, ficará como uma vergonha para a função. Provando assim que longe de ser “ a eleição do melhor de entre nos”, ela não é frequentemente que a duma marionete dos interesses ocultos duma mão-cheia.

Personagem cujo nível de arrogância, desprezo, cinismo, violência, crueldade, exprimido contra aqueles que ele considerava  como inferiores à sua “casta” ou à sua “raça”, só se podia comparar à demonstração permanente do seu servilismo obsequioso, obessessional e agitado, para com os seus “Mestres””.

Como emigrante e como cidadão só posso esperar que o novo presidente consiga pelo menos, no decurso do seu mandato, a extrair a função presidencial deste aviltamento.

Freitas Pereira

1 comentário:

Fátima Laouini disse...

É caso para dizer: já era!:)