segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Politicamente obrigatório

O filme, que até não é nada mau em si mesmo, torna-se obrigatório para todos os que, em compreensíveis momentos pragmáticos e cínicos de raciocínio sobre custos e benefícios, ponham em causa o mérito da deposição de Saddam Hussein. O filme baseia-se no depoimento de Latif Yahia, obrigado a ser duplo de Uday Hussein, filho do ditador, assassino e amante de carros e mulheres. À sua conta desapareceram pais de família e adolescentes (raparigas) de 14 anos.

1 comentário:

Tania Sofia Morais disse...

Gonçalo, óptimas sugestões! :)