segunda-feira, 15 de março de 2010

Mafra 2010: “É esta a boa moeda…???


Pedro Santana Lopes começou o 32º congresso do PSD em grande. Inicialmente divagou pelo pouco tempo que esteve como presidente do PSD, a sua curta experiência como primeiro-ministro e as dúvidas que teve em 2005 relativamente à seriedade do candidato José Sócrates a primeiro-ministro.

Sobre o último, recordou ao congresso um outdoor da JSD, onde se perguntava ao país se conhecia José Sócrates.

No desenvolvimento do seu discurso foi fuzilando a prestação de José Sócrates como primeiro-ministro. Desde as últimas medidas governamentais mais polémicas até à última lamentação do Sócrates relativamente à limitação da liberdade de expressão dos órgãos de comunicação social. Assuntos que oportunamente ia interrompendo com comparações aos 4 meses do seu governo.

Relativamente à prestação do governo socialista e a José Sócrates, PSL perguntou ao congresso:
“é esta a boa moeda?”

E é assim que Aníbal Cavaco Silva entra no discurso de PSL. A meu ver, entra da pior forma para o primeiro, até porque a sala do congresso aplaudiu efusivamente a provocação de PSL.
Mas, ainda bem para Cavaco que PSL não é como Cavaco. Após o recado estar dado, PSL tentou demonstrar que Cavaco foi apenas mais um a ser enganado e que muito provavelmente hoje não escreveria aquele artigo tão polémico que ditou os últimos dias do seu governo.
Afinal de contas, a próxima luta eleitoral é para Cavaco… e PSL demonstrou que não pretende pagar com a mesma moeda.

3 comentários:

Luis Melo disse...

A lei da rolha serve a alguns

Dulce Alves disse...

JP,

Se dúvidas havia quanto à capacidade de ressuscitar de PSL, agora ficaram definitivamente dissipadas. É notável como Santana Lopes galvanizou o Congresso, mesmo quando tocou no calcanhar de Aquiles de um "intocável" do partido, Cavaco Silva.
Apesar de tudo, penso que PSL insiste em remoer o passado... quando é tempo de pensar o presente e o futuro. A capacidade que tem em captar a atenção dos congressistas e da com. social poderia ter sido usada de forma muito mais proveitosa... para ele e para o partido.

Ricardo Cândido disse...

JP e Dulce,

Acrescentaria apenas que PSL teve o seu tempo e não o soube aproveitar.