segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Se não os podes vencer, junta-te a eles


Dá-me ideia que dentro de uma semana o PS estará nesta situação. Ou bem que vence inequivocamente as legislativas (feito improvável) ou vence por um triz e resta-lhe estender a mão ao BE. Contudo, e para já, nada de abrir o jogo. Enquanto pode clamar (em vão!) pela maioria absoluta, o Partido Socialista tem passado a ideia de que não precisa de nada, nem ninguém, para governar. (Atento o cenário, antes assim fosse!) Acicatam, por isso, os bloquistas e apelam aos indecisos a concentrar os votos no PS, receosos que estão quanto à prevísivel votação histórica do BE. Mas eis que, a uma semana do dia D, Mário Soares deixa cair a máscara e confessa à comunicação social que não lhe repugna a ideia de o PS vir a coligar com o Bloco. Quando um fundador do PS consente tal solução, não vejo quem se lhe possa opor. Dá vontade de ir a correr votar em massa no PS. É que, a meu ver, mais vale aturar um Sócrates que uma dupla Sócrates-Louçã.

6 comentários:

Gonçalo Capitão disse...

AMEN!

João Pedro Cruz disse...

Ide em paz!

Luis Melo disse...

Este comentário já serviu para vir hoje no público, ao lado de outrosa que insinuam o mesmo: melhor Sócrates do que Sócrates+Louça.

Eu pergunto: melhor do que Sócrates ou Sócrates+Louça não será MFL?

Dulce Alves disse...

Talvez, Luís, talvez...
Sucede que não vejo o PSD em condições de ganhar esta batalha, pelo que já nem ponho esse cenário. Mas oxalá esteja enganada...

Dulce Alves disse...

PS - Já vi o Público, sim ;)

Luis Melo disse...

Se vamos à luta partindo do princípio que saíremos derrotados... claro que vamos com a derrota para casa.