segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Eu elitista me confesso


A mais de a cavalo dado não se olhar o dente, o ballet que vem da Rússia é sempre de qualidade superior.

Todavia, depois de ter visto o mesmo "Lago dos Cisnes", numa noite de fim de ano, no Teatro Nacional de Zagreb e de ter assistido, também em noite de reveillon, ao "Quebra Nozes" do mesmo Piotr Ilitch Tchaikovsky, no Bolshoi, confesso que a sala do Coliseu dos Recreios sabe a pouco... E, ainda por cima, não traziam orquestra.

É um pouco o mesmo "saber a pouco" que experimentei quando vi ópera no Coliseu, depois de o ter feito no São Carlos...

Sei que isto soa a elitismo, repito que o espectáculo foi agradável, mas falta-me algo... E não é Ferrero Rocher...

4 comentários:

Bia disse...

Muito bom!!!

Sei a coreografia de cor! mas agora vou repensá-la e criar "A toca dos coelhinhos"... Isso sim, será um êxito!

João Pedro Cruz disse...

Melhor...
"A toca dos coelhinhos" em 45minutos e duas portagens...
Que tal?

Bia disse...

Hmmm... sugiro outra coisa: "A toca dos coelhinhos em 2h15x2 e respectivas portagens.

OBRIGADA AO PESSOAL DE LEIRIA POR ACOLHER O PRÓXIMO CONGRESSO E ME PROPORCIONAR UMAS HORAS DE ÊXTASE COM O JP!!!!

Um grande bem haja!

Gonçalo Capitão disse...

Não acham que deviam passar "isto" em canal codificado?!