quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Ventos de Mudança?


Foi ontem e o Lodo, que esteve sempre atento ao desenrolar deste processo (confirme-se aqui e aqui), não podia deixar passar em branco os desenvolvimentos no Zimbabwe, a trazer alguma esperança àquela nação após dois meses de negociações, meio ano em crise política e três décadas de poder absoluto.

Em Harare foi ontem assinado um acordo para formar um Governo de unidade nacional, o qual estabeleceu uma divisão no Poder. Eterniza-se Mugabe na Presidência, contudo, abrindo mão de alguns poderes que caberão ao opositor que perseguiu, deteve e torturou - Tsvangirai. O líder do MDC assumirá funções de primeiro-ministro, responsável pela definição e implementação das políticas.

Espera-se que seja desta que avance a reconstrução socio-económica do país, bem como o progresso no que respeita aos direitos humanos. Um primeiro passo já significativo foi a suspensão de uma lei que proibia as ONGs de entrar no país, dado que Mugabe considerava que estas abonavam a acção da oposição. Quanto ao resto, é esperar para ver...

4 comentários:

Luis Melo disse...

Num país como o Zimbabwe, no cenário actual, devemos mesmo esperar para ver.

Mas realmente parece tudo bem encaminhado para se alterar o "clima" dos ultimos anos.

A ver vamos...

João Pedro Cruz disse...

é mesmo esperar para ver

Francisco Castelo Branco disse...

Tudo parece-me uma fachada politica....

O que estranho é Tsvangirai ter mudado de opinião. Num dia estava refugiado na embaixada holandesa em Harare hoje é Primeiro-Ministro do ZImbabwe.

Só mesmo quando Mugabe se afastar é que as coisas vao acalmar.

Tsvangirai vai ser um pau mandado de Mugabe
E este continua a falar do colonialismo britânico...

Dulce Alves disse...

Compreendo as tuas reservas, Francisco, mas "do mal, o menos". Tendo em conta a situação daquela nação nos últimos 30 anos, qualquer mudança, por menor que seja, será pelo menos um sinal de esperança... Ademais, duvido que seja possível piorar o estado actual em que está o Zimbabwe...