sábado, 12 de abril de 2008

Maré Negra

Se não visse a Briosa a esmagar o Benfica, na Luz, não sei como explicaria os 3 a 0. Tendo sentido a felicidade de estar lá, apenas vos digo que foi justo e lindo!...
Lendo a "bíblia" da águia, ainda podemos ir mais longe no sublinhado do cariz histórico desta vitória:
  1. Há 54 anos que a Académica não vencia o Benfica, em Lisboa.
  2. Foi a segunda vez que tal aconteceu. Na primeira ainda nem havia Estádio da Luz.
  3. Ao longo da sua história, em casa, apenas em oito ocasiões o Benfica perdera por três ou mais golos.

Em jeito de homenagem, ficam os nomes dos marcadores:Miguel Pedro, Berger e Luís Aguiar.

Todos estiveram muito bem, mas guardo um abraço para o imenso Pedro Roma.

4 comentários:

Adriana disse...

O desaire do Benfica tem um nome Gonçalo Capitão.Os jogadores do academica andam tao radiantes com o futuro vice que ate jogaram melhor.

Carlos Carvalho disse...

Digamos somente que o SL Benfica tem faltado às aulas e não percebeu a linguagem mais académica do jogo em questão...

Os «Tri's» estão mesmo na moda...

Dulce Alves disse...

seguindo o registo futebolístico, o que se pode dizer é que desta vez foram os estudantes que deram uma lição...
(e eu não tenho memória de ter passado tanta vergonha na Luz...) :(

PS - Cabe sublinhar as duas imensas vitórias para a Académica num espaço de 3 dias: a brilhante exibição na passada 6afeira e a eleição do nosso Capitão, que agora comandará aquela estrutura com o brio e a genialidade que todos lhe reconhecem.

Gonçalo Capitão disse...

Adriana e Dulce: brincalhonas!!!

Carlos: de facto, foi uma lição de táctica...