sexta-feira, 1 de junho de 2007

Ainda bem

Em homenagem ao recato que pede a minha posição institucional, costumo evitar (e evitarei até fim do mandato) comentários sobre a vida da Académica.

Porém, como amigo e admirador do Pedro Roma, por tudo o que ele guarda da Briosa (muito mais do que as redes), fico contente por ver que chegou a acordo com a Direcção.
Disse.

4 comentários:

Ricardo Cândido disse...

Posso estar a ser injusto, mas do plantel actual, parece-me o único que ainda entende a carga emblemática do que é ser da Académica.
Não convém ter ilusões, o futebol é um desporto (negócio) em que este tipo de jogadores é espécie em vias de extinção.
Resta preservá-los, e que eles continuem a ser competitivos, caso contrário, não há mística que resista.
Fiquei feliz pela Briosa e pelo Pedro Roma

Filipe disse...

O Roma é aquilo que o nosso futebol tem perdido nos últimos anos: símbolos com os quais os adeptos gostam de identificar-se e que, pela sua conduta, aproximam as pessoas aos clubes.

Parabéns Académica.

luis cirilo disse...

Faço minhas as tuas palavras caro Gonçalo.
E essa concordância é mesclada com algum...alivio.
Imagina que cá por Guimarães constava que ele poderia vir para o Vitória.
Outro Dario ?
Safa,safa...

Bruno disse...

E como esta época mostrou ainda estar "para as curvas" também dou os parabéns à Académica. Já são demais os (maus) exemplos do que é descaracterizar um balneário!