segunda-feira, 12 de julho de 2010

A Finlândia na crista da onda

A Constituição da Finlândia acabou de consagrar o acesso à banda larga como direito essencial dos seus cidadãos. O país compromete-se a conectar todos os finlandeses a uma velocidade mínima de 1 MB por segundo e, até 2015, de 100 MB por segundo. Fasquias que só fazem sentido num país que já saciou todas as suas necessidades básicas, desde saúde a educação e igualdade social.

Posto isso, as metas são outras e, por que não, sonhar alcançar uma sociedade plenamente informatizada, estipulando o acesso à informação como um direito basilar. A Finlândia faz assim história, obrigando todas as empresas do país a oferecer o serviço a preço simbólico, para que todos tenham acesso à informação. Para já, embora acabadinha de promulgar, a medida já abrange 96% da população. Notável.

2 comentários:

Ricardo Cândido disse...

Exemplo a seguir.

Dulce disse...

a questão é que isto não é para quem quer... mas sim para quem pode... :$