quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Lodo, S.A.D. em Congresso

A expectativa era grande. A ordem de trabalhos prometia e não se falava de outra coisa. Afinal, tratava-se do último congresso da Lodo, S.A.D. no exercício “blogoesférico” de 2009.

A reunião magna foi marcada para Viana do Castelo, nomeadamente no restaurante do Sr. Camelo, em Santa Marta de Portuzelo. A animação foi uma constante em mais esta jornada de confraternização e a ementa primou por iguarias e vinhos locais. A hospitalidade esteve a cargo do “Lodista” João Pedro Cruz.

Após o repasto, a comitiva deslocou-se ao centro de Viana para degustar as famosas bolas de Berlim do Natário. Abaixo segue a foto-reportagem.

6 comentários:

Dulce Alves disse...

Queremos MAIS, queremos MAIS, queremos MAIS, queremos MUITOOOO MAIS ;)

Ricardo,
e os inesquecíveis brindes?
e os vizinhos do lado?
e a sessão fotográfica junto à fonte?
e a opinião da "intrusa"?
e a viagem de regresso para os que se escapuliram primeiro?

;)

Luis Melo disse...

Foram à Santa Luzia? E não jantaram na Tasca do Valentim?

Bela foto, a última... Abraços

Rosa Moreto disse...

Dulce, e depois falta a segunda parte para quem ficou =) o fondant de chocolate, o bowling, a Margarida da Praça e o sol radiante junto ao rio na manhã seguinte... isto só para causar alguma inveja aos lodos que se escapuliram mal se viram com as bolas na mão :P

Gonçalo Capitão disse...

Ricardo

O meu protesto: demoraste eternidades e nem uma "piadola"?! A Dra. Sarinha esmerou-se mais, no anterior!

Não sei se o dono do restaurante gosta´rá que lhe dês o nome do dito, mas, ao que sei, já está habituado.

luis cirilo disse...

Parabéns pelo bom gosto.
Do blog,da confraternização,da escolha da cidade e do restaurante.
O sr Camelo,caro Gonçalo,faz questão que lhe chamem assim e tanto faz que depois de um moroso processo conseguiu acrescentar esse apelido ao seu nome de origem.
É um bom amigo cujo restaurante gosto de frequentar.

Gonçalo Capitão disse...

Souberamos nós e estarias convidado, com estatuto de "observador" e sem necessidade de recolheres assinaturas, meu bom Amigo! :)

Quanto à imprecisão do meu relato, vem do que apanhei (se calhar não memorizei os detalhes) do nosso Jorge Nuno Sá, quando eramos (os três) deputados. Melhor para o Ricardo Cândido.