sexta-feira, 10 de julho de 2009

Idiota e repugnante


Se Borat passava no exame com algumas reprimendas, as poucas partes engraçadas de "Bruno", o mais recente filme de Sacha Baren Cohen, perdem-se em cenas cretinas e nojentas que ofendem hetero e homossexuais, estou seguro (na sessão que vi, cinco pessoas sairam da sala... E eram 50% da sala!).

Não creiam que a minha repugnãncia tem a ver com o tema da homossexualidade; "Milk" é um bom filme e eu disse-o. É mesmo a estupidez de um filme de piada fácil e brejeira que me incomoda...

Se não sabe o que há-de fazer ao dinheiro, vá jantar fora ou dê-o aos bombeiros!

1 comentário:

Dulce Alves disse...

Abomino esse sujeito, que vive à conta do humor fácil e ofensivo. Em tudo aquilo que faz, alimenta preconceitos e fomenta a intolerância, e ainda assim é agraciado por multidões e respeitado pelo mundo do Cinema, como se que aquilo que faz fosse digno da grande tela...
Sim, o humor tem limites e Sacha Cohen finge desconhecê-los.