quinta-feira, 9 de abril de 2009

Candidatura sem... candidata

Estão aí à porta as autárquicas e a agitação já se faz sentir. Perfilam-se candidatos, definem-se estratégias, apresentam-se candidaturas, umas com pompa e circunstância outras sem... candidatos!

Passo a explicar: aqui para os lados do Oeste, numa autarquia por ora liderada pela social-democrata Isabel Damasceno - cuja recandidatura muita tinta tem feito correr - uma outra Isabel (Gonçalves, actual vereadora do CDS-PP) alinha-se na corrida à Câmara Municipal de Leiria, desta feita sem o pano de fundo do partido democrata-cristão.

Até aqui, nada a apontar. Sucede que a apresentação da candidatura pelo MILEI (Movimento Independente por Leiria) pelo qual vai concorrer, decorreu na passada terça-feira sem a presença da própria - segundo o Região de Leiria. Porquê? Resposta simples: "Está de férias."

O único comentário que se me oferece é o seguinte: "E tirar férias da política, não?" A julgar pela prioridade e seriedade com que encara o futuro da região e dos leirienses...

5 comentários:

luis cirilo disse...

É a chamada candidatura virtual !
A um municipio que,receio bem,o PSD se prepara para perder alegremente .
Espero estar enganado mas o autismo politico costuma ter preços elevados.
E em Leiria andam a brincar com o fogo.

Luis Melo disse...

Distingui-vos com o prémio Jovens que pensam. Continuem assim.

Diogo Nogueira Gaspar disse...

A propósito de virtualidades... ao menos podia ter usado o Twitter!

Diogo Nogueira Gaspar disse...

Agora a sério... como elemento proveniente dos mesmos lados (não do Oeste, mas sim do Pinhal Litoral!), devo notar que a Eng.ª teve a seu cargo nos últimos quatro anos de mandato, como Vereadora, o pelouro do Centro Histórico de Leiria. A avaliar pelo desprezo com que foi votada uma zona de património e comércio, carente de uma política de conservação e desenvolvimento, pela falta de incentivos e pelos entraves burocráticos à reabilitação urbana daquela área (que só ultimamente deu alguns passos, e apenas num espaço mais visível), acrescentando ainda de nunca ter dado por nenhuma iniciativa vinda de si (nem discurso!) direccionado a esta questão, levam-me a questionar, afinal há quanto tempo estará de férias Isabel Gonçalves?

Dulce Alves disse...

Mistério resolvido, Diogo! A senhora passa a vidinha de férias, daí a inoperância...