quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Paremos de respirar!

O Ministro das Finanças diz que o Mundial de Futebol de 2018 (portanto, daqui a 9 anos...), a organizar por Espanha e Portugal, não é prioridade, dada a crise que vivemos...

O porta-voz da Conferência Episcopal, Padre Manuel Morujão, critica a moção de José Sócrates ao Congresso do PS, pois entende que os casamentos homossexuais não são prioritários, olhada a mesmíssima crise...

O que não está em crise é mesmo a demagogia. Em nenhum dos casos citados a crise importa: no primeiro, a despesa a realizar é daqui a uma década e, no segundo, a alteração ainda, que polémica, não é onerosa.

Um destes dias, será melhor pararmos de falar ou mesmo de respirar, com o intuito de não desviarmos as nossas atenções da crise. Com franqueza!...

1 comentário:

Dulce Alves disse...

Gonçalo,

se me permites, a maior demagogia vem da parte do PS, que ainda há meia dúzia de meses chumbou o diploma do Bloco e dos Verdes com o argumento de que não era tema prioritário, denunciando então "falta de sentido de oportunidade"... Não me ocorre nada mais hipócrita e demagogo...