sexta-feira, 23 de janeiro de 2009


Parece que isto, deu nisto.

4 comentários:

Luis Melo disse...

É por estas, e por outras, que as pessoas capazes se afastam da política. Deixando caminho aberto para os políticos profissionais.

Esses que, como o nome indica, não governam com sentido de missão...

Dulce Alves disse...

Nem mais, Luís.
Afinal os cidadãos também têm uma mãozinha no processo de descredibilização da política, porque ao invés de se debruçarem sobre o trabalho dos políticos, preferem vasculhar e julgar a sua vida privada...
Como já ouvi dizer: “Cada vez mais o eleitorado tem os governantes que merece”.

Luis Melo disse...

Dulce,

Disso não tenho dúvida nenhuma. O Povo português tem aquilo que merece. É um facto que apenas 40% votou PS, mas também é verdade que (e falando no tema deste post) 90% gosta muito mais de dar importância ao acessório.

João Pedro Cruz disse...

Confesso que comungo da mesma opinião do Luís. De facto assim é difícil focar o "principal" e ignorar o "acessório" - ou será ao contrário?!?!?