sexta-feira, 14 de março de 2008

Curioso

E não é sobre a última campanha presidencial portuguesa, apesar do título do filme e do resultado da dita...

1 comentário:

Dulce Alves disse...

É dos manos Cohen, tem dois grandiosos actores, tem um argumento interessante, tem o Javier Bardem com o corte de cabelo mais piroso da história do cinema, tem sangue para dar e vender e tem um desgraçado final.

É um filme perturbador, mas sinceramente, isso não basta para merecer arrecadar o título de melhor filme do ano...