sábado, 21 de abril de 2007

And the Oscar goes to…


Ontem, nas minhas incursões de zapping televisivo, fui parar à SIC Mulher e por lá fiquei, a ver a superstar Oprah Whinfrey. Confesso que o programa em si não me atrai, no entanto, o tema era qual a melhor empresa americana para se trabalhar, o que assim sendo, cativou a minha atenção.

O título foi atribuído ao Google. Não sei quais as variáveis que foram inseridas no estudo para se chegar ao resultado final, todavia, a crer na reportagem transmitida durante o programa, qualidade de vida é o que não falta a quem lá trabalha.
Tudo bem que estamos a falar de um trabalho criativo, mas desde refeitórios totalmente gratuitos para os colaboradores com comida de qualidade, ginásios, infantários, piscinas, campos desportivos, salas para videojogos, entre outros, mais me pareceu um campo de férias do que propriamente uma empresa com fins lucrativos. Aliado a tudo isto, acrescente-se altos índices de satisfação e produtividade, que segundo um dos fundadores, se deve a este tipo de políticas laborais.
A reportagem terminou com a apresentadora a dizer que o Google recebe diariamente 1300 currículos de pessoas que se mostram interessadas em trabalhar na empresa.

Incentivado pela reportagem, fui à procura das melhores empresas para se trabalhar em Portugal, o que note-se, são sempre atribuições altamente subjectivas, não só por força dos critérios que se possa colocar no modelo, como também das expectativas, que como sabemos varia de indivíduo para indivíduo.
A pesquisa não foi difícil, bastou-me folhear uma revista que habitualmente compro, e sorte das sortes, lá vinha na página 53 um ranking com as melhores empresas para se trabalhar em Portugal.

O Oscar mais apetecido foi para a imobiliária Cushman & Wakefield, ficando a Danone com o Oscar de melhor empresa para os jovens, enquanto que a Amgen contentou-se com o galardão para melhor empresa para as mulheres. Desafio Global para os fornecedores, Martinfer a que mais contratou e a consultora Accenture ficou com estatueta para melhor empresa para os executivos.

A título de curiosidade, aqui fica o Top 20 Português, de forma ascendente. De referir que o estudo que chegou a estas conclusões foi coordenado pelo Great Places to Work Institute e que abrangeu mais de 200 empresas.

CUSHMAN & WAKEFIELD
MICROSOFT
AMGNEN
BMW
LIBERTY SEGUROS
REAL SEGUROS
MAPFRE SEGUROS
HUF
MARTIFER
BRISTAL MYERS SQUIBB
ACCENTURE
DIAGEO
AUTO-SUECO
EVERIS
DANONE PORTUGAL
LUSITÂNIA
PRICEWATERHOUSECOOPERS
JOSÉ JÚLIO JORDÃO
AMORIM IMOBILIÁRIA
DOMINGOS DA SILVA TEIXEIRA

2 comentários:

Gonçalo Capitão disse...

Interessante este texto...

Porém, como há sempre um reverso da medalha, é a mesma empresa - "Google" - que admite censurar a pedido do governo chinês, assim limitando o potencial democratizador da Net em homenagem ao lucro.

Em sentido contrário, fica a ideia de que não é preciso explorar e tratar mal para obter resultados. Bem ao invés...

freitaspereira disse...

Certamente uma das frases mais sensatas que tive a oportunidade de ler em todos os "blogs". Refiro-me ao ultimo paragrafo, claro.Estas palavras valem, elas so, um programa para um partido politico!
Experimentei-o years ago!