terça-feira, 5 de setembro de 2006

The show must go on

Faria hoje 60 anos a mais notável voz da história do rock.
A opinião é pessoalíssima, mas creio que todos me acompanharão no reconhecimento de que Freddie Mercury era um cantor e uma personalidade impar.
Desde a amplitude da sua voz, às melodias que criou a solo e para os Queen, passando pela sua inegável cultura artística, e terminando no modo deliberadamente louco como decidiu viver (e deixar de viver, acrescento), recordamo-nos de uma série de pormenores que, ainda hoje, nos levam a comprar com gosto um qualquer disco com a sua voz, a menos que, como eu, já tenhamos todos na colecção...

2 comentários:

Fernanda Marques Lopes disse...

Caro Gonçalo,

À pergunta "Who Wants to Live Forever?" eu respondo... "He will live forever". Sou grande grande apreciadora e fã, quer dele, quer dos Queen.

PS - Já não se fazem bandas como antigamente... lol

Alves disse...

Subscrevo!

Freddy, John, Brain,Roger.

Abraço,

Jaime
Resende-Viseu