segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

Lata em poesia é melhor do que lata em prosa

Manuel Alegre é, de facto, um homem da arte ou, dito de outro modo, um (verdadeiro) artista.
Ontem, declarou que com a vitória de Cavaco Silva, "ao fim de seis meses vamos ter uma crise política a partir da Presidência da República para que se cumpra o velho sonho da direita - um Governo, uma maioria, um Presidente." (in "Diário de Notícias", de hoje).
O que espanta é a desfaçatez do Poeta!!!
O alegado sonho da direita (algo que Sá Carneiro, num dado contexto histórico e político, considerou importante para desenvolver Portugal) foi concretizado pelo seu PS.
E sobre o assunto nunca se lhe ouviu dizer que era perigoso ou rejeitável, antes se vendo o alegre Alegre a continuar a ser alegremente eleito para cargos públicos, proposto por esse ser dúbio (a julgar pelo que tem dito) que é o aparelho partidário (no caso, do PS).
Como diz o nosso povo, "já cheira mal"!

1 comentário:

el__sniper disse...

ao fim de seis meses vamos ter uma crise política a partir da Presidência da República para que se cumpra o velho sonho da direita - um Governo, uma maioria, um Presidente."

Subscrevo, Sampaio fez mal em dissolver o parlamento, o que se passava no governo podia ser grave mas abriu um enorme precedente. Cavaco Silva será tentatado a imitar Sampaio, à primeira oportunidade (digamos ano e meio) e com a desculpa que o orçamento não está a cumprir o PEC e com o governo em crise, dissolverá o Parlamento com o intuito de por o PSD no Governo (resta saber quem é o delfim - Marques Mendes não é concerteza).